Foto: Internet

O Banco Central do Brasil recolheu, entre os meses de maio, junho e julho deste ano, 27.997 notas suspeitas de terem sido manchadas pelo dispositivo antifurto dos caixas eletrônicos em todo o País.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), a operação “Caixa Preta” prendeu 48 suspeitos de cometer ataque a caixas eletrônicos nos últimos três meses, apenas em São Paulo. As prisões foram realizadas pelo Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic).

Em junho, cinco integrantes de uma quadrilha que tentava remover a tinta antifurto de notas manchadas foi presa na capital paulista. As notas manchadas foram apreendidas dentro de um filtro d”água de porcelana, imersas em produtos químicos usados para limpar o dinheiro.

Leia também:  Policial inconformado com fim de relacionamento agride ex-namorada no meio da rua
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.