Foto: G1

As duas semanas de paralização da Copa América da Argentina parecem ter feito bem ao Florianópolis. Na tarde do último  sábado, a equipe catarinense venceu Marechal Rondon por 2 a 1, no ginásio do Instituto Estadual de Educação, e saiu na frente nas quartas de final da Liga Futsal.  Duda e Erverson marcaram para os donos da casa, mas foi o goleiro Ney quem garantiu a vitória fazendo grandes defesas. Dyego descontou para os visitantes. Com a vitória, o time do técnico Sérgio Lacerda agora só precisa de um empate no Panará para avançar às semifinais.

O jogo de volta entre as duas equipes será no dia 3 de outubro, no Ginásio Ney Braga, às 19h, com transmissão do SporTV. Quem avançar encara na próxima fase o vencedor do duelo entre Santos e Cascavel.

Leia também:  Cuiabá Arsenal faz vaquinha para viajar à semifinal no Nordeste

– Foi um jogo complicado. A equipe está bem, se portou bem e agora é ir ao Paraná e trazer a classifcaçao para Floripa. Fiquei 15 dias parado, mas agora está tudo bem – comemorou Ney, que no dia 3 de setembro sofreu uma pancada na cabeça após o choque com um adversário na partida contra o Cascavel.

Vice-campeão da última edição da Liga e com uma campanha superior à do adversário nas duas fases anteriores,  Marechal Rondon dominava o jogo nos minutos iniciais. Com mais posse de bola, o time do ténico Marcos Xavier de Andrade até teve boas chances para abrir o placar, mas esbarrava nas defesas do goleiro Ney.

Leia também:  Brasil e Costa Rica fazem amistosos em Campo Verde e Cuiabá

Florianópolis deu seu primeiro chute perigoso somente aos oito minutos de jogo, mas Cris espalmou pra fora. Na sequência da jogada, Duda pegou de primeira o cruzamento de escanteio e abriu o placar para os donos da casa.

Num lance polêmico logo em seguida, Márcio roubou a bola de Zequinha e deixou Erverson livre para marcar o segundo. A partir daí só deu Marechal Rondon, mas Ney fechou o gol e conseguiu levar os donos da cada com a vantagem de 2 a 0 para o intervalo.

No segundo tempo, Florianópolis fez um verdadeiro bloqueio defensivo. Quando conseguia furar a retranca catarinense,  a equipe do Paraná era parada pela “muralha” Ney.  Andrade colocou Dyego como goleiro-linha e o camisa 7 conseguiu descontar a 1min44s do fim da partida. Na base do desespero, Marechal foi pra cima, Gadeia acertou um chute na trave e quase conseguiu o empate nos segundos finais.

Leia também:  Cuiabá Arsenal encara último rival da 1ª fase do brasileiro

– Florianópolis tem uma equipe qualificada. Criamos, tivemos as chances, mas não conseguimos convertê-las em gols. Agora é buscar a vitória em casa. Estamos preparados e vamos buscar a classificaçao – garantiu Gadeia.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.