Foto: Arquivo Agora MT

Após duas semanas, bombeiros e brigadistas conseguiram apagar, com a ajuda da chuva, um incêndio florestal no Parque Estadual da Serra de Ricardo Franco, em Vila Bela da Santíssima Trindade, município mato-grossense a 562 km de Cuiabá. No entanto, o fogo consumiu cerca de 80 mil dos 158.620 hectares do parque.

Segundo o tenente-coronel Licínio Ramalho Tavares, comandante do Corpo de Bombeiros da 5ª Região, o incêndio demorou para ser controlado devido ao fato da região ser de difícil acesso. Com a intensificação das chamas, os bombeiros deixaram o fogo consumir a área e apenas fizeram o aceiro para evitar que o fogo chegasse até o município, o que acabou não ocorrendo.

Tavares disse que o fogo foi apagado no fim de semana passado por uma chuva que caiu da região. No entanto, há três dias o fogo voltou a queimar o parque, sendo apagado em definitivo na última quinta-feira (15) ao voltar a chover na região. Ele comentou que ainda não é possível saber o que causou o incêndio, contudo moradores da região e funcionários de uma empresa de calcário acreditam que o fogo possa ter sido provocado por um raio. O fogo não chegou até o território da Bolívia, que faz divisa com o município mato-grossense.

Leia também:  Senhora de 78 anos sofre fratura na costela após ser atropelada por outra idosa com carrinho de pelúcia motorizado

Incêndio no Pantanal
Um incêndio florestal ainda ameaça queimar uma área do Pantanal Mato-grossense que abriga cerca de 5 mil aves como tuiuiús, garças e araras-azuis. O fogo começou há cerca de duas semanas na região de mata próxima à reserva ecológica Taiamã, região de Cáceres, a 204 km de Cuiabá, e está se aproximando da região dos ninhais.

Tavares informou ainda que o incêndio está localizado a dois quilômetros de distância dos ninhais dos pássaros. ” O fogo é registrado abaixo da vegetação e até o momento segue controlado”, disse. Tavares ainda ressaltou que cinco brigadistas do Corpo de Bombeiros deixaram o local e o monitoramento segue feito por oito homens do Instituto Chico Mendes, órgão responsável pela administração dos parques florestais.

Leia também:  Juiz condena o Estado a pagar R$ 20 mil a homem que ficou dois dias preso ilegalmente na Capital
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.