Foto: arquivo / AGORA MT

Investigadores e escrivães da Polícia Judiciária Civil de Mato aceitaram a proposta do Governador Silva (PMDB) e colocaram fim a greve que durou mais de 60 dias, a decisão foi tomada pela categoria na tarde desta segunda-feira (05/09) em assembleia geral em Cuiabá.

O presidente do Sindicato dos Investigadores da Polícia Civil e Agentes Prisionais de Mato Grosso (Siagespoc), da sub sede local, investigador Reginaldo Negrão, informou que o acumulo de investigações e a pressão e falta de negociação com o Governador contribuíram com a decisão da categoria, mas que atuaram para mostra a importância dos trabalhos dos servidores.

A partir de amanhã todas as atividades voltam a normalidade, a proposta aceita é a de que o salário inicial, hoje de R$ 2.365, chegue até 2014 em R$ 3.900.

Leia também:  Pastor foragido há 4 anos é preso por extorsão e sequestro em Rondonópolis
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.