Heitor Alves avançou para a semifinal em Trestles (Foto: ASP)

Para se classificar para as quartas de final em Trestles, Adriano de Souza, o Mineirinho, disse ter feito “uma das melhores baterias de sua vida”. A vitória sobre Taj Burrow animou o surfista, que disse que, desta vez, “estava brigando”. Nesta quarta-feira, no entanto, a empolgação do paulista, quinto na corrida pelo título em 2011, não foi suficiente para superar o compatriota Heitor Alves. Depois de vencer e eliminar o mesmo Burrow na repescagem, o brasileiro fez nova vítima e se garantiu na semifinal da sétima etapa do Circuito Mundial ao vencer por apertados 12,77 a 12,50.

Na semifinal, Heitor terá nada menos que Kelly Slater pela frente. O americano, líder do ranking, não teve problemas para vencer o australiano Josh Kerr por combinação (17,60 contra 11,07), com direito a um 9,43 (melhor nota do dia), na segunda bateria das quartas de final.

Leia também:  Academia é destaque em competição em Minas Gerais

Animado com o bom desempenho na terça, Mineirinho tirou a primeira nota da bateria (5,57), largando na frente. Logo depois, Heitor conseguiu um 6,50 dos juízes, mas voltou a ser superado pelo compatriota na sequência, com um 5,00 como segunda nota.

Mineirinho passou a dominar a bateria. Mas Heitor ainda tinha o que mostrar. Em sua penúltima onda, tirou 5.33 e passou a ter um somatório maior que o do rival. Mineirinho tentou a última cartada buscando o 7,07 que precisava. Levou apenas um 6,80 dos juízes e se despediu da etapa.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.