Foto: Varlei Cordova / Agora MT

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) emitiu licença prévia para a implantação da terceira etapa da ferrovia, que liga Alto Araguaia até Rondonópolis. A licença em questão são de 75,6 quilômetros interligando os municípios de Itiquira a Rondonópolis. Esta obra vai ampliar a capacidade operacional da ferrovia no transporte de grãos e outros insumos mato-grossenses até o porto de Santos (SP).

No final desse trecho será implantado o Terminal Ferroviário de Rondonópolis. Serão 250 quilômetros de ferrovia, dividido em três etapas. Foram construídos mais de cem quilômetros de infraestrutura e outros 20 quilômetros de superestrutura (dormentes e trilhos) já foram executados. A terceira etapa dependia da liberação da licença, que foi emitida agora para a América Latina Logística Malha Norte.

Leia também:  Dia da Liberdade de Impostos será marcado pela venda de etanol mais barato

“Em outubro deste ano o Terminal de Intermodal de Itiquira começa a operar e no segundo semestre de 2012 a ferrovia chega a Rondonópolis. Até lá, é importante criarmos instrumentos para dar continuidade a esse processo (execução do trecho Rondonópolis -Cuiabá)”, destacou, por meio de assessoria, o secretário-extraordinário de Logística e Transporte Intermodal, Francisco Vuolo.

Conforme Só Notícias já informou, o projeto é fazer com que a rodovia chegue a Rondonópolis e depois se estenda até Cuiabá. O estudo completo sobre a ferrovia, incluindo a possibilidade de transporte de passageiros, deve ficar pronto até junho de 2012. O projeto deste novo trecho de rodovia terá um traçado de aproximadamente 22 quilômetros de extensão.

A expectativa é que ferrovia chegue a capital mato-grossense até 2015.

Leia também:  Governo inaugura a 15ª escola estadual deste ano em Alto Taquari
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.