Foto Varlei Cordova / Agora MT

Após uma semana de eventos da 2ª Semana Social juntamente com a 3ª Feira de Economia Solidária foi realizada um mesa redonda, nesta segunda-feira (05/09), entre representantes do poder público e agentes das ações sociais da região. O evento foi realizado no auditório da Escola Sagrado Coração de Jesus e contou com um recital da orquestra dos adolescentes do Projeto Kobra

Participaram da Mesa Redonda autoridades como a promotora de Justiça do Meio Ambiente, Joana Maria Bortoni Ninis, o secretário do meio ambiente, Lindomar Alves, o representante da Rede Socioambiental, Almir Araújo e professores da UFMT que explanaram sobre a questão do meio ambiente e seus atores, o serviço do Ministério Público e sua relação com o controle legal sobre o Meio Ambiente, a responsabilidade do município em especial o lixo, as praças, as áreas verdes, os parques e as nascentes dos córregos e a responsabilidade da agricultura familiar no município e no meio ambiente.

Leia também:  Frente fria em Rondonópolis deve chegar aos 8ºC, diz Inpe

Dom Juventino disse que foram debatidas questões como a seleção e destinação dos lixos, o desafio de deslocar a população ribeirinha das margens dos rios, as Áreas de Preservação Permanente (APP), as responsabilidades do poder público e a educação das pessoas para a preservação do meio ambiente.

Ao termino do evento foi decidido pela criação de um fórum permanente do Meio Ambiente, integrando as forças sociais que buscaram juntas, ações para a melhoria da qualidade de vida.

O evento é um desdobramento da Campanha da Fraternidade de 2011 assumido pela Equipe de Campanhas e Coordenação das Pastorais Sociais da Diocese de Rondonópolis em parceria com o Projeto “Dando as Mãos”.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.