Presidente do bairro mostra faixa feita pelos moradores - Foto Varlei Cordova / Agora MT

Os moradores do bairro Tancredo Neves colocaram faixas em várias ruas da comunidade como forma de protesto ao descaso do prefeito e dos deputados com o bairro. Segundo os moradores as verbas destinadas à comunidade estão sendo levadas para outros lugares da cidade e que depois de 30 anos de existência do bairro nem ao menos asfalto chegou até o local.

A faixa feita pelos moradores com a seguinte frase “Veja o abandono: não temos prefeito e nem deputados, aqui a poeira predomina” tem como objetivo chamar a atenção

Poeira é intensa durante todo o dia no bairro - Foto Varlei Cordova / Agora MT

das autoridades. Segundo o presidente do bairro, Genivaldo Santino Meireles, o clima na comunidade é de revolta. “Nós ganhamos um poço artesiano e uma creche que nunca foi feita, porque a verba foi transferida para a Vila Rica. Estamos sufocando com tanta poeira por falta de asfalto, o comércio que vem crescendo no bairro está impossibilitado de abrir as portas por causa da sujeira”, fala.

Leia também:  Sáude | Queimadas deixa o clima mais seco em Rondonópolis

Dona Neuza Pereira de Almeida, moradora do bairro há 20 anos, falou que a situação da poeira está insustentável. “À tarde não conseguimos ficar em casa a poeira toma conta do ar e quando eles molham as ruas a situação passa a ficar perigosa porque devido à agua o pó se torna barro e fica impossível de trafegar, motociclistas caem todos os dias devido à rua escorregadia”, alega.

De acordo com o presidente de bairro a prefeitura tem enviado um caminhão pipa para aguar as ruas dia sim dia não. “Fomos avisados pelos órgãos responsáveis que o dia que não der para vir o caminhão, o presidente do bairro não é para ficar ligando para reclamar, pois só virá quando der certo”, desabafa.

Leia também:  Área Social é destaque em audiência pública que discutiu projeto da LOA 2018

Genivaldo falou que a comunidade perdeu a fé no prefeito Zé Carlos do Pátio. “Pátio é mentiroso, já nos reunimos tantas vezes com o prefeito, na hora ele até anota, mas ao encontrar a primeira lata de lixo joga fora os papéis. Temos documentos assinado por ele e até pelo governador Sinval Barbosa para apressar as obras no bairro, mas de nada tem valido”, diz.

O presidente conta que o único apoio que a comunidade recebeu foi por parte dos vereadores que fizeram a sua parte aprovando as verbas, “já os deputados da nossa região nunca trouxeram um pé de cebola para a cidade, só vemos eles pela TV”, finaliza.

Leia também:  Desfile de 7 de setembro conta com mais de 10 mil pessoas

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.