Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT

Um acidente envolvendo uma ambulância do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (SAMU) aconteceu no início da noite desta quarta feira (14/09) em Rondonópolis enquanto ela se deslocava para atender uma criança no bairro Cidade de Deus.

De acordo com o Tenente Coronel Silvio Santos, comandante do 3º Batalhão do Corpo de Bombeiros, a ambulância denominada unidade básica, utilizada para o atendimento em casos de menor gravidade era conduzida pela Avenida Brasil e no cruzamento com a Rua dos Garimpeiros no Jardim Participação, se chocou contra uma caminhonete Ford F 4000 que invadiu a preferencial.

Ainda de acordo com o oficial, a ambulância estava com a sirene acionada assim como o giroflex; dispositivos utilizados para alertar aos demais usuários da via da urgência na passagem do veículo de socorro. Os integrantes da ambulância, dois técnicos em enfermagem e o motorista, um soldado do Corpo de Bombeiros, não se feriram.

Leia também:  Placas com final zero tem até dia 30 para quitar IPVA sem juros e multas

A caminhonete era conduzida por um senhor identificado por Orlando, que não quis dar muitos detalhes sobre o ocorrido para a equipe de reportagem, mas confirmou estar no momento do acidente usando a Rua dos Garimpeiros, transversal à Avenida Brasil que no caso se trata de preferencial. Pelo menos quatro pessoas ocupavam a caminhonete; ninguém ficou ferido.

O SAMU de Rondonópolis que atua em parceria com o Corpo de Bombeiros trabalha com três ambulâncias, duas básicas e uma avançada, sendo a última utilizada em casos mais complexos. A unidade envolvida no acidente de hoje ficou totalmente danificada, porém, segundo o comandante do Corpo de Bombeiros, a baixa do veículo não deve comprometer o atendimento à comunidade vez que, segundo ele, há uma ambulância de reserva que deve ser acionada em casos como este.

Leia também:  Mulher se acidenta logo após roubar moto e é socorrida desacordada ao hospital

O tenente coronel faz um alerta para que os demais motoristas abram caminho quando perceberem que há um veículo oficial em atendimento, principalmente quando se trata do Corpo de Bombeiros e SAMU, pois eles estão sempre numa corrida contra o tempo para salvar vidas. “Sempre usamos todos os recursos, sonoros e visuais, as pessoas devem estar atentas para estas situações e colaborar com o atendimento”, pontuou o oficial.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.