O apresentador do programa Revista da Cidade, que vai ao ar diariamente na TV Rondon de Rondonópolis (SBT), Agnelo Corbelino (PP), denunciou durante o programa que alunos da zona rural da rede municipal, não puderam ir a escola na ultima terça-feira (06/09), por conta que os ônibus não circularam, pois foram recolhidos para serem preparados para o desfile de 7 de setembro, juntamente com demais veículos do município.

“Recebi a denúncia na manhã de hoje no programa na mira da verdade, na rádio Amorim AM (…) não foi brincadeira, pais que denunciavam que seus filhos não foram as aulas por conta que os ônibus seriam lavados na terça-feira, para poder participar no desfile de sete de setembro”, acusou o apresentador.

Leia também:  Manutenção no 'Setor Buriti' irá comprometer o abastecimento de água em 6 bairros

Agnelo ainda questionou a presença dos maquinários da Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis (CODER), do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (SANEAR), que estariam sendo utilizados com fim eleitoral, “Olha os maquinários desfilando (…) enquanto poderiam estar trabalhando nos bairros da cidade e na zona rural, quer mostrar os carros e só colocar na rua fazendo serviço, isso é um absurdo, fazer campanha politica usando o desfile, esses carros não tinham que estar lá e tentar colocar goela abaixo, isso é apenas campanha eleitoral”, criticou Agnelo.

O desfile dos maquinários da prefeitura Municipal foi o último a entrar na Avenida Amazonas, encerrando o desfile de sete de setembro, na quarta-feira (07/09).

Leia também:  Thiago Muniz fecha o ano com ações importantes em obras estruturais e UTI Pediátrica

EM REPOSTA

A reportagem do site AGORA MT ouviu a secretária municipal de educação, Marilda Rufino (PMDB), a respeito das denúncias do apresentador Agnelo Corbelino. Segundo a secretária os ônibus foram recolhidos para manutenção. “A manutenção preventiva dos ônibus foi feita na terça-feira e isso não acarretará nenhum prejuízo para os alunos, já que as aulas serão reposta”.

A assessoria de comunicação do Sanear informou que os carros que participaram do desfile, por se tratar de feriado, não estavam escalados para obras ou serviços e que os veículos para atendimento de urgência e emergência não participaram do desfile de sete de setembro.

O presidente da Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis (CODER), Darcy Lovato (PP), em resposta a reportagem disse que não houve retirada de equipamentos ou veículos que estavam em serviços para o desfile. “Os maquinários que estavam no trecho permaneceram no trecho, não tiramos nenhuma máquina da zona rural ou qualquer outra obra para participar do desfile, até por se tratar de um feriado, onde todas as obras ficaram paradas”, esclareceu Darcy, que revelou ainda de se tratar do terceiro ano consecutivo que a Coder participa do desfile. “Já desfilamos há três anos e nunca houve este tipo de comentário, as boas coisas e ações da Coder ninguém divulga”, disparou.

Leia também:  Sérgio Moro condena o ex- gerente da Petrobrás a 15 anos e 2 meses de prisão
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.