Reunião de implantação do PCCS no Ministério de Trabalho. Foto Ronaldo Teixeira / Agora MT

Após um ano e meio de negociações o diretor-presidente da Coder, Darci Lovato, representantes dos servidores e do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rondonópolis (Sispmur), se reuniram com o Procurador do Trabalho, Fábio Fernando Pássari, e chegaram a um acordo para a implantação do Plano de Carreira, Cargos e Salários (PCCS). A audiência aconteceu na manhã desta quarta-feira (28/09) no Ministério Público do Trabalho.

O diretor jurídico do Sispmur, Vilmondes Aprígio da Silva Luz, disse houve avanços consideráveis na implantação do PCCS, como por exemplo, o pagamento da insalubridade baseado no salário do servidor e não no salário mínimo, direito do anuênio, elevação de nível por qualificação e por tempo de serviço, vale alimentação e outros benefícios. De acordo com Vilmondes as negociações tiveram início em janeiro de 2010.

Leia também:  Fórum Superação traz Ali Baddauhy Júnior para debater com empresários

Lovato destacou que a implantação do PCCS é muito importante tanto para os trabalhadores quanto para a empresa, pois oferece mecanismos legais que amparam os direitos de ambos.

O prefeito José Carlos Junqueira de Araújo (PMDB) afirmou que a audiência foi madura e teve resultado positivo e todos ganharam com a implantação do PCCS, agora só esperar que a proposta seja protocolada no Ministério do Trabalho para os direitos terem validade.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.