Foto: Arquivo

Policiais do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) e ladrões do Banco do Brasil e do Sicredi de Tapurah travaram outro tiroteio, no final da tarde desta quarta-feira, na mata no Marape (entre Tapurah e Nova Maringá). A equipe da PM conseguiu chegar até o acampamento da quadrilha quando começou a troca de tiros. Os policiais não foram feridos e não há confirmação se algum ladrão foi alvejado. Na fuga pelo mato, eles deixaram para trás R$ 2, 1 mil em dinheiro. Mas levaram malotes com com dinheiro, fuzis e metralhadoras. Só do Sicredi, foram levados R$ 230 mil. Do banco não foi informado.

O capitão Santiago informou que os bandidos estavam a aproximadamente 500 metros da estrada. Foram encontrados na mata 60 kg de mantimentos, que estavam em 3 “acampamentos”. O oficial acredita que a comida e água deles estão no fim e a tendência é do bando tentar sair da mata (como ocorreu há cerca de 2 anos em Nova Mutum quando um dos assaltantes acabou baleado e preso. Outro, morreu em tiroteio com policiais).

Leia também:  Homem é morto com 2 facadas ao flagrar sua mulher com amante em MT

Mais de 60 soldados continuam cercando a área e com apoio de helicóptero. Os policiais do Bope entraram na mata por volta das 8h e saíram quando estava escurecendo. As buscas serão retomadas nesta 5ª feira.

O assalto ao Banco do Brasil e ao Sicredi (agências ficam em frente uma da outra) foi na segunda-feira no início da tarde. Os bandidos queimaram um VW Gol, um VW Saveiro e uma caminhonete Hillux na fuga. Libertaram refens, sem ferimentos. Quando fugiam em uma S-10, houve tiroteio com a polícia. Os pneus da caminhonete foram furados à bala e eles entraram na mata.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.