Foto:Ilustrativa

A equipe de policiais civis do plantão mantido no Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc) de Rondonópolis, que no sábado esteve sob a responsabilidade do delegado Claudinei Lopes, titular da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), prendeu Emerson Roberto Rego dos Santos, de 36 anos.

De acordo com o delegado, Emerson é acusado pela prática criminosa de tentativa de homicídio ocorrida no dia 21 deste mês, por volta das 22h00 na Praça dos Carreiros, região central de Rondonópolis, contra o jardineiro, Maciel Ferreira Bezerra, de 32 anos.

A vítima foi agredida violentamente com golpes na cabeça, provavelmente pedradas e chutes, além disso, Maciel teve o rosto desfigurado, mandíbula fraturada e traumatismo craniano, como consta do relatório preliminar da equipe médica. Maciel permanece internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional, inclusive respirando com a ajuda de aparelhos.

Leia também:  Dupla é presa com motocicleta de origem ilícita em Rosário Oeste

Fato que chama a atenção, segundo Claudinei, é a forma de agir do acusado, bastante violenta, assim como em outro caso registrado no início deste ano naquele mesmo local, quando uma pessoa foi assassinada.

A equipe policial chegou até Emerson depois dos relatos de uma testemunha que, na data do crime afirma ter assistido o ocorrido e inclusive ter tentado evitar, porém, também teria sido ameaçado e perseguido pelo acusado que empunhava uma faca.

Como não havia mais a situação de flagrante, o Delegado Claudinei representou pela Prisão Preventiva do agressor e foi atendido pelo Juiz plantonista; agora, após a formalização da prisão de Emerson, ele será interrogado e encaminhado à Cadeia Pública.

Leia também:  PRF apreende mais de 850 quilos de drogas na região

Ainda no plantão, foi constatado que Emerson possui uma longa ficha criminal e representa sério risco à sociedade; contra ele já foram instaurados 9 inquéritos policiais pelos crimes de uso de entorpecente (duas vezes), tentativa de furto (duas vezes), lesão corporal e roubo (duas vezes cada), além de condenação a uma pena de 2 anos e 3 meses de reclusão pelo crime de furto qualificado.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.