As caras de sono marcaram o embarque de nove jogadores que viajaram do Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro, para a Argentina, onde na quarta-feira a Seleção Brasileira realizará o amistoso contra os hermanos, em Córdoba. Ronaldinho Gaúcho foi o último a aparecer, por volta de 5h45m (de Brasília), com semblante de extremamente cansado. Thiago Neves, Renato, Fred, Dedé, Rômulo, Ralf, Réver e Paulinho completaram o grupo.

Ronaldinho estava acompanhado de seguranças e embarcou rapidamente. Depois da derrota do Flamengo para o Atlético-PR por 2 a 1 no último domingo, o jogador chegou ao Rio vindo de Macaé por volta de 22h30m. Um funcionário da CBF que aguardava com as passagens demonstrou certa apreensão com a demora do jogador. O voo para Buenos Aires estava marcado para 6h35m, com a última chamada para embarque às 6h.

Leia também:  Circuito de Tênis começa nesta quarta em Cuiabá

Depois de desembarcarem em solo argentino, os jogadores seguem para Córdoba. Na parte da tarde, eles já realizam uma atividade.

Fred, que reclamou de dores na coxa direita depois da vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians, neste domingo, no Engenhão, disse que ainda sente um incômodo, mas acredita que não será problema para o amistoso.

– Estou com bastante dor na coxa direita, mas está tranquilo, acredito que não terei problemas. A confiança é total para conseguir uma vitória sobre a Argentina – declarou o atacante tricolor.

Renato, convocado pela primeira vez, ainda sentia os efeitos de nova derrota do Flamengo, mas tentou mudar um pouco o foco.

Leia também:  1º Campeonato de Futebol Amador é suspenso temporariamente

– É difícil, mas vamos tentar deixar um pouco de lado. Estou motivado para defender a Seleção – afirmou o volante rubro-negro.

Dedé, que assim como Rômulo e Thiago Neves, chegou por volta de 5h no embarque, disse que o cansaço não será problema.

– Pela Seleção, deixamos o cansaço de lado. Fui convocado, mas ainda não tive oportunidade de jogar. A partida com a Argentina é de grande rivalidade e gera expectativa – afirmou Dedé.
Paulinho, Réver e Ralf dormiram no hotel do aeroporto Tom Jobim e seguiram junto com o grupo.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.