O megaempresário Mauro Mendes (PSB), o rei dos incentivos fiscais no estado e agora presidente do Partido Socialista (PSB) em Cuiabá, tem aparecido bem situado nas pesquisas de intenção de votos para prefeito da capital. Apesar disso e ser o candidato preferencial do seu partido, Mendes já trabalha também com a possibilidade de ser candidato ao governo em 2014, deixando a prefeitura, caso ganhe a disputa, com apenas dois anos de mandato.

Além de abandonar a prefeitura cuiabana, caso ganhe as eleições, para disputar o governo, Mendes, pode inviabilizar a candidatura tão sonhada pelo deputado e presidente do Partido Popular Socialista (PPS), Percival Muniz, que assim como Mendes, pretende disputar o governo do estado em 2014, caso vença as eleições de 2012 para a prefeitura de Rondonópolis.

Leia também:  Sicredi pode ter a conta da Prefeitura

O caso é que os dois fazem parte do Movimento Mato Grosso Muito Mais, que tem o PSB, PPS, PV, PDT e agora o PSDB como aliados, aliás, o Movimento, tem ainda o Senador Pedro Taques do Partido Democrático Trabalhista (PDT),como um dos nomes fortes ao governo do estado, ou seja, é muito cacique para pouco eleitor.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.