Alunos saindo do auditório da UFMT após o cancelamento da visita do senador Pedro Taques - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

O senador Pedro Taques resolveu fazer política ao invés de comparecer ao compromisso marcado com integrantes do movimento da UFR (Universidade Federal de Rondonópolis), previsto para acontecer no auditório da UFMT, às 15h. Depois de mais de uma hora de atraso, os professores e alunos que estavam no local decidiram desmarcar o encontro com o senador depois de uma ligação recebida por um de seus companheiros de partido dizendo que o político demoraria mais 40 minutos até chegar ao local. “Não aceitamos este desrespeito, se não tem compromisso com a cidade nem com a comunidade acadêmica não tivesse marcado o encontro”, revelou um aluno que não quis se identificar.

Leia também:  Desfiles das escolas municipais marcam a Semana da Pátria

De acordo com informações repassadas à reportagem por alunos e professores o Senador faltou ao compromisso para ‘conhecer’ a cidade acompanhado do apresentador e presidente municipal do PDT, Carlos Vanzeli.

Segundo o assessor do senador Pedro Taques, Jean Campos, o atraso ao compromisso na UFMT foi por causa do trânsito na BR-364, “Chegamos a Rondonópolis duas horas depois do horário previsto, devido ao trânsito na rodovia e iniciamos a nossa agenda com atraso, mas, tentamos marcar novo horário, acontece que eles (comunidade acadêmica) foram insensatos e desmobilizaram as pessoas”, justificou o assessor.

Os integrantes do movimento iriam apresentar o projeto da UFR, para Pedro Taques, e pedir o apoio do parlamentar para que a instituição saia do papel.

Leia também:  Projeto para a biblioteca Manoel Severino fomenta debates sobre assuntos da atualidade

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.