Genilton Oliveira, organizador do Casamento Comunitário. Foto Varlei Cordova / Agora MT

Termina nesta quinta-feira (15/09) o prazo para as inscrições do Casamento Comunitário promovido pela Secretaria Estadual de Trabalho e Assistência Social (SETAS), em parceria com a Secretaria Municipal de Promoção e Assistência Social. O número de casais cadastrados passa de 4 mil em todo Estado.

Gelton Oliveira, um dos organizadores do Casamento Comunitário no Estado, disse está quase tudo pronto para a cerimônia e que em Rondonópolis mais de 800 casais já se inscreverão, mas que esse número vai aumentar até quinta-feira e também que essa é a maior quantidade de casais para um casamento coletivo no município.

O coordenador explicou que o objetivo do Estado é proporcionar às pessoas a possibilidade de oficializar o casamento e evitar possíveis constrangimentos “Nosso intuito é a valorização do casal e também evitar situações como a comprovação de convivência caso um dos cônjuges morra ou o fato da mulher ou o esposo não poder se declarar casado”, argumentou Gelton.

Leia também:  Morre aos 71 anos o Doutor Elmo Bertinetti em Rondonópolis

O casamento é gratuito, para casais de baixa renda. As inscrições podem ser realizadas no Centro Estadual de Cidadania, Rua João Pessoa, 1373 – Centro, Fones 3421-5317/3421-4237; na Secretaria Municipal de Promoção e Assistência Social, Rua armando Fajardo, 372 Vila Aurora, fones 3422-4755/3423-3188; CRAS – Rio Vermelho, Av. Tiradentes, S/N, Jardim Ipanema, fone 3411-5307; CRAS – Conj. São José, Rua F, Sn, fone 3902-1248; CRAS – Iguaçu, Av.Jacuí, S/N, fone 3422-1338; CRAS – Luz Dayara, Av. São João, n 923, Vila Operária, fone 3411-4392 e na Igreja Assembléia de Deus (sede) Av. Amazonas Fone 3421-6297.

É necessário a Certidão de Nascimento original, Xerox do RG e CPF (apresentar junto com a original), comprovante de endereço e renda. Os divorciados devem apresentar certidão de casamento com averbação de divorcio e sentença. Os viúvos a certidão de casamento e Certidão de Óbito do falecido, Inventário de bens. Para os menores de 18 anos é necessário os documentos dos noivos e dos pais do menor.

Leia também:  Imobiliárias formam o novo Núcleo Setorial do projeto Empreender
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.