Vettel comemora vitória em Cingapura, sua nona na temporada 2011 da Fórmula 1 (Foto: Reuters)

O passeio de Sebastian Vettel na liderança pelas ruas de Cingapura pareceu ameaçado por Jenson Button nas últimas voltas da corrida. O alemão, que chegou a colocar 22s de vantagem sobre o inglês antes da entrada do safetycar na 30ª volta, viu a diferença diminuir drasticamente no fim da prova. Vettel cruzou a linha de chegada apenas 1s7 à frente do piloto da McLaren. Mesmo assim, o piloto da RBR garantiu que estava tudo sob controle.

– Perto do fim da corrida, eu alcancei cinco carros em diversos grupos, então não foi grande a margem, mas estava sob controle – afirmou.

Com o resultado, Vettel ficou muito próximo do bicampeonato. O único que ainda tem chances matemáticas de superar o alemão é o próprio Button. Entretanto, o inglês teria que vencer todas as próximas cinco provas, sem que o piloto da RBR marcasse pontos. Ciente que o título é questão de tempo, Vettel evitou comemorar antecipadamente.

Leia também:  União tem estreia contra o Dom Bosco confirmada

– Eu me sinto capaz, mas ainda tenho que fazer isso (o ponto restante). Com as corridas que temos pela frente, não deve ser um problema. Mas só acaba quando acaba e precisamos esperar terminar primeiro – disse o piloto, que possui 309 pontos, 124 a mais que Button.

Mesmo não tendo garantido matematicamente o título mundial, Vettel saiu exultante do GP de Cingapura. O piloto distribuiu elogios ao carro e à equipe RBR.

– Estou muito, muito feliz com o resultado. O carro estava fantástico durante toda a corrida. Quando precisava forçar conseguíamos abrir facilmente. A equipe está fazendo um trabalho excelente. Estou me sentindo muito confortável com a equipe, o carro e estamos no topo do nosso jogo.

Leia também:  1º Campeonato de Futebol Amador está com inscrições abertas até segunda
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.