Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT

110 Agentes de Saúde e Combate a Endemias do município de Rondonópolis, invadiram ruas e avenidas em passeata na manhã desta quarta-feira (26/10) para protestar contra os baixos salários e pelo pagamento do adicional de periculosidade.

Segundo o presidente do Sindicato Estadual dos Agentes Comunitários de Endemias, Wilson Cutas, o principal objetivo da passeata, que partiu da Praça Brasil, no centro da cidade, com direção ao Paço Municipal, é forçar uma audiência com o prefeito José Carlos do Pátio. “Já solicitamos diversas audiências através de ofícios, mas, nunca obtivemos uma resposta. (…) a passeata foi uma forma de pressionar o executivo a nos receber”, disse Wilson.

Tanto os agentes comissionados e efetivos recebem, segundo Wilson Cutas, um salário de R$ 514 Reais e a situação não pode mais perdurar.

Leia também:  Comercialização da safra de milho acumula mais de 90% da produção em Mato Grosso
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.