Foto: arquivo AGORA MT

A partir da próxima semana, a Câmara Municipal de Vereadores de Rondonópolis dá início a audiências públicas com o objetivo de discutir prioridades que vão formular a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do município para o ano de 2012. A audiência é uma convocação da Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara (CFO), presidida pelo vereador Adonias Fernandes, e pretende reunir todos os segmentos da sociedade, como entidades, associações de classe, clubes de serviços, lideranças e movimentos comunitários, entre outros.

O vereador Adonias informou que a discussão para formular a LDO implica diretamente nos investimentos futuros do município. “É a partir destas audiências que vamos elaborar o orçamento do município para o ano que vem”, esclareceu. É por esse motivo, que o parlamentar ressaltou que a participação da comunidade na audiência é de extrema importância. “As idéias e opiniões da população é que vão definir as prioridades de cada secretaria e os investimentos nas áreas de saúde, educação, esporte, cultura, infra-estrutura e outras áreas”, disse Adonias.

Leia também:  Cirurgia possibilita que paciente possa voltar a ver os filhos

Em razão disso, a Câmara ampliou divulgação nos veículos de comunicação da cidade, reforçando as datas das audiências a serem realizadas e convite para população participar. “Quanto mais a população participa destas audiências, mais a própria população ganha. Por isso estamos divulgando as datas e os locais das audiências nos veículos de comunicação, de forma a abranger o maior número de pessoas e termos uma boa participação popular”, explicou Adonias.

No ano passado a presença da população foi muito pequena, o que não é bom conforme Adonias, justificando que a participação da comunidade é fundamental para consolidar o governo participativo proporcionado mais oportunidade para todos. “É uma chance para os moradores e lideranças comunitárias mostrarem as necessidades das famílias e as prioridades dos bairros e sugerir alguma mudança”, destacou.

Leia também:  Luverdense perde do Inter com gol polêmico no final

A primeira audiência acontece no dia 27 de outubro, na sede da Unisal. No dia 10 de novembro, é a vez da população do Jardim Iguaçu e região terem a oportunidade de opinar na elaboração da LOA, participando da audiência que será realizada na Escola Rosalino. A terceira e última audiência acontece no dia 17 de novembro, no Salão Paroquial São José Operário. Todas as audiências estão marcadas para começar a partir das 19 horas.

Os valores para a Lei Orçamentária Anual (LOA) foram definidos em julho deste ano, através da aprovação dos vereadores da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), definido em R$ 455,139 milhões, pelo Executivo Municipal.

Leia também:  Presidente da Coder atende pleito do vereador Orestes e anuncia retomada de obras em PSF no Jardim Morumbi
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.