“Fui tratado como um cachorro. E agora o que eu faço?” Esta foi à pergunta feita pelo aposentado Jurandir Ferreira Barbosa, 53 anos, vítima de um acidente registrado na noite da terça-feira (18/10), quando o mesmo seguia com sua motocicleta pela Avenida Goiânia sentido centro/bairro quando foi atingido por um corsa, que fugiu sem prestar socorro à vítima.

Jurandir por sorte teve lesões leves e mesmo com a chegada de uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), preferiu não ser socorrido e levado ao Hospital Municipal (PA).

O aposentado informou que tinha passado o dia trabalhando em um sítio de sua propriedade e estava retornando para casa para descansar quando tudo aconteceu. Segundo ele informou, um carro possivelmente um corsa verde que vinha em sentido contrário ao seu fez uma manobra brusca para sair da Avenida Goiânia em direção ao Residencial das Violetas e acabou chocando-se com o aposentado fugindo em seguida.

Leia também:  Após 6 dias, fogo que destruiu 12 mil hectares é extinto em parque de MT

Quando o SAMU chegou ao local à vítima estava sentada em meio a um matagal à margem da Avenida e sua moto caída no asfalto, apresentando danos principalmente na parte dianteira, com o aro completamente retorcido, impossibilitando que a mesma fosse levada até a delegacia de plantão, onde seria feito o boletim de ocorrências.

Um grupo que passava pelo local na hora do acidente confirmou que o carro envolvido no acidente trata-se mesmo de um corsa. Eles chegaram até anotar a placa do veículo para ser entregue posteriormente a autoridade policial. “Seo” Jurandir bastante aborrecido teve o auxilio de populares que colocaram sua moto na caçamba de uma caminhonete para leva-la até o distrito policial.

Leia também:  Santa Casa de Rondonópolis volta a atender depois de 13 dias em greve
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.