Acompanhamento semanal de preços feito pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) aponta que o valor médio da saca do cereal no Estado valorizou 6% de agosto até setembro. Com isso, houve um contraponto de toda movimentação do mercado internacional do cereal.

Foto:Internet

Em Lucas do Rio Verde, após chegar ao valor mínimo de R$ 16,20/sc em agosto, quando a safra do Estado se confirmou, o cereal começou a se recuperar após forte pressão para comercialização do produto, e fechou setembro com média de R$ 18,61/sc, aumento de 6%. Isso se refletiu em todo Mato Grosso.

Em Campo Verde, na região sudeste, o movimento de alta também foi visto, mas em menores proporções, com a média de setembro ficando em R$ 20,79/sc, maior em 3% que a média de agosto. Apesar de todo aumento ocorrido na comparação anual, nas últimas semanas o preço do milho no Estado de Mato Grosso se estabilizou devido ao esfriamento das movimentações comerciais.

Leia também:  Lei anti-homofobia é regulamentada no DF pelo governador Rodrigo Rollemberg
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.