Foto: Internet

Cerca de 37 mil estudantes mato-grossenses deixaram de fazer as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), neste final de semana. A abstenção média no estado ficou em 27,9%, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), percentual superior à média brasileira, que registrou 26,4%. As avaliações foram aplicadas no sábado e domingo em todo país e é uma das formas de garantir acesso ao ensino superior.

De acordo com o Inep, o domingo registrou maior número de faltosos. Ao todo, 29,65% dos inscritos em Mato Grosso deixaram de responder as questões da área de linguaguens, códigos e suas tecnologias, matemática e suas tecnologias. Além disso, o domingo foi reservado para a redação, cujo tema em 2011 foi ‘Viver em Rede no Século 21: os Limites entre o Público e o Privado’.
No sábado, a abstenção na unidade federada chegou a 26,18%, conforme o instituto. No primeiro dia da avaliação, os estudantes foram submetidos à questões das áreas de Ciências Humanas e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas Tecnologias. Em âmbito nacional, a maior abstenção também foi verificada no domingo, quando 27,6% dos inscritos não compareceram aos locais de provas.

Leia também:  BR-364 é interditada entre Rondonópolis e Cuiabá nesta terça

Em Mato Grosso, alguns candidatos foram desclassificados porque levaram para os locais de prova aparelhos celulares. “Alguns celulares tocaram no horário de provas e infelizmente os candidados tiveram que ser desclassificados”, destacou Eurico Dutra, o coordenador da rede de observadores do Inep em Mato Grosso. O educador, que também é membro da Coordenação de Concursos e Exames Vestibulares da UFMT, destaca que em relação ao ano passado o número de ocorrências durante as provas foi menor.

“Houve pouquíssimas ocorrências. Talvez só uns quatro eliminados por causa do celular, mas um número que chega a ser irrisório em relação aos inscritos. Poucos chegaram atrasados também”, destacou.

Para Dutra, as ausências podem ser justificadas, em parte, pela falta de preparação sentida pelos próprios candidatos. “Muita gente está terminando o Ensino Médio. Na hora da prova se não estão se sentindo preparados ou moram nos arredores dos municípios e não tem como chegar nas cidades, eles não vão”, acrescentou.

Leia também:  Após notificação do MPE, motoristas têm autuações aplicadas em áreas urbanas anuladas

Conforme o Inep, até a quarta-feira deve ser divulgado o gabarito da prova.

Inscritos
Em 2011, as inscrições para o Enem atingiram 132.542. O total é o segundo maior da região Centro-Oeste, atrás somente de Goiás, onde foram 152.694 inscritos, de acordo com o Inep. Mato Grosso do Sul e Distrito Federal registraram, na ordem, inscrições de 122.040 candidatos e 74.624

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.