Ganso retorna aos poucos aos treinamentos (Foto: Ivan Storti)

Muricy ainda não tem a data exata da previsão do retorno de Paulo Henrique Ganso aos gramados. Em recuperação de uma lesão muscular grau 2 (média) na coxa esquerda, o jogador se encontra no trabalho de transição entre a fisioterapia e a preparação física.

Para não arriscar perder o meia na disputa do Mundial de Clubes, em dezembro, no Japão, o técnico não vai arriscar antecipar o retorno do atleta antes da hora. Pelo contrário, ele só o quer 100% fisicamente, para não ter mais problemas.

– Temos que ter cuidado com ele, não queremos que volte e sinta de novo, queremos que jogue e não pare mais. Ele é muito importante, mas só quando está 100%. Sem estar preparado não adianta. Na final da Libertadores, com 40 dias para treinar, foi bem por isso, pois treinou bastante. Não vamos arriscar colocá-lo sem estar bem fisicamente – garante o treinador.

Leia também:  União aposta em Ricardo para bater o Cuiabá
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.