Vettel comemora a pole ao lado de Button e de um decepcionado Hamilton em Suzuka (Foto: Reuters)

Impressionante. É como pode ser classificado o desempenho de Sebastian Vettel no treino classificatório para o GP do Japão. O alemão da RBR parecia carta fora do baralho na luta pela pole, após ser superado pelas McLarens nas duas primeiras partes da sessão e em todas as sessões livres em Suzuka. Só que uma excelente volta, de 1m30s466, já com o cronômetro zerado deu a 12ª pole da temporada 2011 ao líder do campeonato. Ele ficou apenas nove milésimos à frente de Jenson Button, o segundo colocado. O inglês é o único que pode impedir o bi do piloto da RBR.

De quebra, Vettel chegou à 27ª pole da carreira e está a apenas duas de igualar a marca de 14 em uma temporada, estabelecida pelo “Leão” Nigel Mansell na temporada 1992 com a Williams. Lewis Hamilton, da McLaren, vinha com o melhor tempo na última parte do treino, mas cometeu um erro de avaliação junto com a equipe e não conseguiu fazer sua última tentativa. O inglês teve de se contentar apenas com a terceira posição no grid da corrida deste domingo no circuito de Suzuka.

Melhor brasileiro no grid, Felipe Massa superou pela terceira vez em 15 corridas no ano o companheiro Fernando Alonso e vai largar na quarta posição neste domingo. O espanhol da Ferrari sai em quinto, logo à frente de Mark Webber, da RBR, o sexto. O australiano chegou a fazer o melhor primeiro setor em sua última tentativa, mas não conseguiu subir no grid de largada.

Leia também:  União joga domingo diante do Sinop no Luthero Lopes

Em sua quarta corrida pela Renault-Lotus, Bruno Senna vai largar na nona posição após Kamui Kobayashi, da Sauber, ser alçado à sétima posição. O brasileiro teve um treino conturbado, onde quase não conseguiu entrar na pista na primeira parte, e não marcou tempo na superpole, mesma situação do companheiro russo Vitaly Petrov, o décimo. Os dois optaram por poupar pneus para a corrida deste domingo. Na Williams, Rubens Barrichello esteve longe da superpole e ficou na 13ª posição, uma à frente do venezuelano Pastor Maldonado, seu colega no time inglês.

Bruno Senna passa sufoco, mas se classifica no Q1

A primeira parte do treino começou de forma desesperadora para Bruno Senna. A Renault-Lotus demorou a aprontar seu carro para a sessão após o acidente na sessão matinal. O brasileiro bateu forte na saída da Curva Spoon e danificou a suspensão dianteira esquerda no choque. Os mecânicos conseguiram colocá-lo na pista já com os pneus macios, o suficiente para dar-lhe a vaga no Q2.

Leia também:  União tem estreia contra o Dom Bosco confirmada

Nico Rosberg, da Mercedes, e Vitantonio Liuzzi, da Hispania, não tiveram a mesma sorte. Com problemas mecânicos em seus carros, eles deram apenas voltas de reconhecimento e voltaram os boxes. O alemão sai apenas na 23ª posição, uma à frente do italiano.

Kobayashi e Senna arrancam vagas no minuto final do Q2

Após o bom resultado no Q1, mesmo em condições difíceis, Bruno Senna voltou a andar bem na segunda parte do treino. O brasileiro encaixou uma excelente volta com o cronômetro zerado e garantiu a nona posição e uma vaga na superpole. Além do piloto da Renault-Lotus, Kamui Kobayashi, piloto da casa, arrancou uma décima posição no Q2 no limite do cronômetro. O japonês da Sauber superou com folga o companheiro mexicano Sergio Pérez, que foi o 17º colocado.

Já Rubens Barrichello não conseguiu um bom desempenho com a Williams. O brasileiro, mais uma vez, ficou eliminado no Q2 com a 13ª posição. Como consolo, apenas superar, mais uma vez o companheiro Pastor Maldonado, que ficou em 14º, com pouco mais de dois décimos de frente.

Confira o grid de largada para o GP do Japão, em Suzuka:

1 – Sebastian Vettel (ALE/RBR-Renault) – 1m30s466
2 – Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) – 1m30s475
3 – Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) – 1m30s617
4 – Felipe Massa (BRA/Ferrari) – 1m30s804
5 – Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – 1m30s886
6 – Mark Webber (AUS/RBR-Renault) – 1m31s156
7 – Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) – sem tempo
8- Michael Schumacher (ALE/Mercedes) – sem tempo
9 – Bruno Senna (BRA/Renault-Lotus) – sem tempo
10 – Vitaly Petrov (RUS/Renault-Lotus) – sem tempo

Leia também:  União faz resultado e fica com título no sub-19

Eliminados na segunda parte do treino classificatório:
11 – Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes) – 1m32s463
12 – Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes) – 1m32s746
13 – Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth) – 1m33s079
14 – Pastor Maldonado (VEN/Williams-Cosworth) – 1m33s224
15 – Sebastien Buemi (SUI/STR-Ferrari) – 1m33s227
16 – Jaime Alguersuari (ESP/STR-Ferrari) – 1m33s427
17 – Sergio Perez (MEX/Sauber-Ferrari) – sem tempo

Eliminados na primeira parte do treino classificatório:
18 – Heikki Kovalainen (FIN/Lotus-Renault) – 1m35s454
19 – Jarno Trulli (ITA/Lotus-Renault) – 1m35s514
20 – Jerome D’Ambrosio (BEL/MVR-Cosworth) – 1m36s439
21 – Timo Glock (ALE/MVR-Cosworth) – 1m36s507
22 – Daniel Ricciardo Hispania-Cosworth) – 1m37s846
23 – Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – sem tempo
24 – Vitantonio Liuzzi (ITA/Hispania-Cosworth) – sem tempo

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.