Centro de Nefrologia - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

Pacientes do Centro de Nefrologia de Rondonópolis denunciaram a Câmara de vereadores à falta de estrutura do local. O presidente da Comissão de Saúde da Câmara, vereado Mohamed Zaher, esteve no local e constatou as irregularidades.

Segundo Mohamed faltam profissionais, materiais de limpeza, lençóis, papel toalha, além de o prédio estar em más condições. “Para mim esse prédio está condenado, precisa de uma reforma urgente, mas não podemos nem chamar a Vigilância Sanitária se não eles interditam o local e os pacientes ficam sem tratamento”, fala.

Uma paciente que prefere não se identificar explicou que com a falta de profissionais e o excesso de pacientes foi necessário criar um quinto turno, onde pacientes tem que sair de suas casas na madrugada para conseguirem se tratar. “Eu tenho que deixar minhas duas filhas em casa, três vezes por semana, para conseguir fazer o tratamento que acaba às 3h da madrugada”, conta.

Leia também:  Nortox volta atuar em Rondonópolis após decisão do Tribunal de Justiça de MT

O vereador falou que a situação é desumana e que o quinto turno tem sido a maior reclamação dos pacientes que muitas vezes moram longe e tem que deixar suas casas na madrugada para vir até o Centro de Nefrologia. Mohamed afirmou que vai realizar um relatório e enviar para a Secretária de Saúde, Prefeitura e Ministério Público descrevendo a denúncia.

“O ideal seria criar novos pólos em outras cidades da região para que pudesse ‘desafogar’ o atendimento em Rondonópolis que hoje é o único pólo da região”, alega. Mohamed disse que não houve reclamações dos pacientes em relação aos funcionários do Centro de Nefrologia e que a coordenação do local já havia enviado relatório sobre a situação, mas que nenhuma atitude teria sido tomada.

Leia também:  Rondonópolis se destaca em Campeonato Brasileiro de Jiu Jitsu e ganha 25 das 40 medalhas

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.