Foto da internet

Paraná e Mato Grosso apresentam a mesma participação na produção nacional de grãos, 19,6%, para este ano. Em termos absolutos, a safra paranaense ocupa a 1ª posição, com 31.285.893 toneladas, diferença de 57.636 toneladas frente ao Mato Grosso.

A safra nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas (caroço de algodão, amendoim, arroz, feijão, mamona, milho, soja, aveia, centeio, cevada, girassol, sorgo, trigo e triticale) indica produção da ordem de 159,4 milhões de toneladas, superior em 6,6% à safra recorde obtida em 2010 (149,7 milhões de toneladas) e 0,3% maior que a estimativa de agosto. É o que indica a nona estimativa do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) em 2011.

A área a ser colhida em 2011, de 48,6 milhões de hectares, apresenta acréscimo de 4,5%, frente à área colhida em 2010. As três principais culturas, que somadas representam 90,5% do volume da produção de cereais, leguminosas e oleaginosas (arroz, milho e soja), respondem por 82,5% da área a ser colhida registrando, em relação ao ano anterior, variações de +1,6%, +3,5% e +3,3%, respectivamente. Quanto à produção, os acréscimos são, nessa ordem, de +19,0%, +0,3% e +9,2%.

Leia também:  Curso gratuito preparatório para o Enem abre inscrição com 1,2 mil vagas em MT

Entre as Grandes Regiões, o volume da produção de cereais, leguminosas e oleaginosas apresenta a seguinte distribuição: Sul, 66,8 milhões de toneladas; Centro-Oeste, 55,8 milhões de toneladas; Sudeste, 17,2 milhões de toneladas; Nordeste, 15,2 milhões de toneladas e Norte, 4,4 milhões de toneladas. Comparativamente ao ano anterior, são constatados incrementos em todas as regiões: Norte, 9,3%, Nordeste, 29,0%, Sudeste, 1,0%, Sul, 4,0%, e Centro-Oeste, 6,3%.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.