Foto: Internet

Município de Pedra Preta (a 238 km de Cuiabá) abrigará o primeiro frigorífico de peixes da região Sul do Estado, e que vai beneficiar toda a população. O projeto de construção é iniciativa da Cooperativa Agropeixe, fundada em 2008, por 33 pequenos piscicultores da região. Segundo a secretária da cooperativa, Luzia Gonçalves, a área de 15 mil m2, doada pela prefeitura, está localizada na BR-364 a 21 km de Rondonópolis.

“A localização do frigorífico é propícia a todos os piscicultores da região”. A secretária diz ainda que todas as documentações e licenças para liberação da construção estão praticamente prontas. Ela prevê o início das obras para o próximo ano. As futuras instalações devem produzir aproximadamente 2 mil quilos de pescado por dia. Os recursos para a construção do frigorífico ficam a cargo do Ministério da Pesca, que deve desembolsar aproximadamente R$ 1 milhão.

Leia também:  Detran realiza força tarefa e atende público das 9h às 17h

Conforme a secretária, a Agropeixe irá em breve iniciar as inscrições para piscicultores da região com objetivo de promover melhorias para o segmento. No momento, a Agropeixe conta com 32 associados. A cooperativa tem ainda intenção de implantar o pescado na alimentação da merenda escolar, por meio de convênios com as prefeituras das cidades vizinhas. A industrialização de pescado de boa qualidade é outro objetivo da cooperativa, já que o alimento é fonte de vários nutrientes e vitaminas essenciais à saúde, principalmente para as crianças.

O local onde será instalado o frigorífico foi visitado pelo superintendente do Ministério da Pesca de Mato Grosso, Valter Santana, que afirmou que projeto está sendo analisado e deve ser finalizado em breve. A Secretaria de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar de Mato Grosso (Sedraf/MT) entrará com a capacitação dos futuros técnicos, por meio dos cursos que serão realizados e programas existentes do governo do Estado.

Leia também:  Governo do Estado rompe definitivamente negociações com o Consórcio VLT Cuiabá

Presidente da Agropeixe, Oscar Sangali, informa que apresentou o projeto às autoridades locais e nacionais. Agora, aguarda a indústria para o mais rápido possível.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.