Com seu estilo pra lá de polêmico, o presidente regional do Partido Popular Socialista (PPS) e deputado estadual Percival Muniz, foi o entrevistado nesta sexta-feira (21/10), do site cuiabano RD NEWS, a entrevista foi feita  pelos jornalistas, Patrícia Sanches e  Romilson Dourado.

Durante a entrevista Muniz reafirmou o compromisso do senador Pedro Taques (PDT), em apoiar sua candidatura a prefeito e não poupou criticas aos seus possíveis adversários nas eleições de 2012.

“O barco do PDT já tem compromisso comigo e se o Adilton Sachetti foi para o partido para ser candidato, ele entrou no barco errado, o senador Pedro Taques vai apoiar o Percival Muniz em Rondonópolis, ele fez compromisso comigo, chegando a dizer que iria até mudar para o município para apoiar meu nome”, revelou o deputado.

Leia também:  Seleção para estagiários do curso de Direito no MPC-MT segue até 10 de novembro

 

O deputado ainda aproveitou para esclarecer que durante o período eleitoral de 2010, teria jogado limpo com a população de vários municípios, ao dizer que mesmo sendo eleito, poderia não terminar seu mandato, em virtude da disputa eleitoral de 2012, onde trabalharia seu nome para prefeito, “Joguei limpo nos vários municípios em que passei pedindo voto nas eleições de 2010 e que eu poderia a não terminar o mandato de deputado, pois estaria na disputa a prefeito de Rondonópolis, onde existe um grande desejo popular de me ver novamente como prefeito do município”.

Durante a entrevista Percival ainda manifestou o desejo de querer entrar na disputa pelo cargo de prefeito contra Pátio, Sachetti e Salle, “Quero ir para disputa e mostrar ao  município, que posso fazer até três comícios por dia em frente a obras da minha administração, o Rogério Salles mesmo, já foi governador e prefeito por quase um ano em cada cargo e ele não tem uma obra  na cidade e olha que quando ele assumiu o governo do estado, eu mesmo, coloquei dois secretários meus para o ajudar no governo do estado. (…) quem achar uma obra dele ganha um carro zero quilometro e agora ele quer ser candidato a prefeito”, atacou.

Leia também:  Juíza condena Silval Barbosa a 13 anos e 7 meses de prisão

ESTRADEIRO

Muniz aproveitou a entrevista para classificar a expedição organizada pelo governo do estado na rodovia MT-040, que acontece neste sábado com saída de Rondonópolis, como um ato de demagogia.

Percival afirmou que chegou a confirmar sua presença na Expedição pela MT-040, mas, voltou a atrás e diz que não vai participar mais e que no momento o estado não tem recurso para obra. “Eu cheguei a confirmar presença no Estradeiro ou Rota da Integração, mas depois desisti de ir até porque o governo do estado não tem dinheiro para construir a estrada e se por um acaso o dinheiro apareça é obrigação construção desta rodovia. (…) o estradeiro é pura demagogia, é um ato que não integra nada, é apenas para ganhar mídia, depois que acabou essa historia de placas, vem agora com o nome estradeiro, e eu não vou participar dessa demagogia”, declarou Muniz.

Leia também:  Rondonópolis será sede da 11ª edição da Caravana da Transformação
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.