FOTO: Sérgio Sakall

A colheita do algodão está terminando em Mato Grosso. Na propriedade do agricultor Lídio Chiapinotto, em Santo Antônio do Leverger, o algodão já foi enviado à beneficiadora. Essa é a primeira vez que o produtor investe na cultura e o resultado foi satisfatório.

Dos 145 hectares de algodão colhidos da fazenda de Chiapinotto, 60% foram comercializados para cobrir custos. Agora, ele espera a melhora do preço mercado para vender o restante da safra.

Em outra propriedade, o processo de beneficiamento está acelerado, com metade da produção embalado. Na algodoeira são produzidos em torno de 200 fardos de 190 quilos por dia. Dos 1,65 mil quilos de algodão em pluma colhidos por hectare, 40% foram vendidos em janeiro por US$ 32 a arroba. A expectativa é vender o restante por R$ 70.

Leia também:  Água Boa | Professor é preso vendendo diplomas falsos em Água Boa
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.