As redes sociais deixaram de ser uma ferramenta de troca de informações passaram a ser utilizada pela população digital como forma de cobrança e denuncias.

O site AGORA MT vive essa realidade de interação, através das redes sociais (Facebook e Twitter),  onde o leitor participa com denuncias na busca por melhorias para a cidade, como por exemplo, na matéria “Prédio público está abandonado e o desdobramento do assunto Projeto prevê melhorias para Centro de Convivência do Idoso”, dentre outras que são resultado da participação população.

O diretor de jornalismo do AGORA MT, Ricardo Costa, observou que o acesso à internet tem crescido e as pessoas têm participado mais da construção da sociedade através de denuncias. “Entendo que é preciso reivindicar, reclamar e mostrar onde há erros, somente assim vamos melhorar o local onde vivemos e termos nossos direitos garantidos”.

Leia também:  12ª edição do Encontro de Comerciantes terá Germano Rigotto

A analista de redes sociais, Cristiane Bär, parceira da Gonçalves Cordeiro Produções, afirmou que hoje praticamente tudo pode ser feito através da internet, e as redes sociais deixaram de ser uma ferramenta onde as pessoas postam fotografias e conversam com amigos.

“Por meio das redes sociais é possível fazer praticamente tudo comprar, vende e até mesmo contratar ou demitir uma pessoa. Grandes empresas usam como critério de contratação as informações das redes sociais, outras doam cosméticos, por exemplo, para algumas pessoas que usarão e colocarão a impressão sobre o produto no Facebook e Twitter. Hoje as redes sociais são uma forma da população expor pensamento e fazer reivindicações”, declarou a analista.

Leia também:  DEM pode ser destino de Sachetti e Garcia

De acordo com uma pesquisa divulgada na edição de outubro da revista Veja, em agosto de 2010 o Facebook possuía 598 milhões de usuários, esse número subiu para 753 milhões no período de um ano.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.