Reeducandos Mata Grande. Foto Varlei Cordova / Agora MT

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) abriu inscrições, nesta segunda-feira (03/10), para que reeducandos ou jovens que cumprem medidas socioeducativas com privação de liberdade possam concorrer a uma vaga na universidade.

Em Rondonópolis 38 reeducandos da Penitenciária Major Eldo Sá Correa – Mata Grande, estão preparados para se inscrever no Enem e tentar uma vaga na universidade, contudo a exigência do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) é empecilho, pois grande parte dos reeducandos não possuem o número do documento. A educadora da Mata Grande, Creuza Ribeiro, explicou que a direção da instituição está concentrando esforços para que todos obtenham os registros para participar do exame.

Creuza afirmou que “a oportunidade de acesso à educação dever ser aproveita por todos, pois conhecimento é poder e quando esta oportunidade é dada a quem é privado de liberdade e a educação não lhe foi ferramenta de inclusão numa sociedade produtiva, é uma oportunidade ímpar de acesso ao ensino superior e consequentemente a chance de construção de uma nova vida. Acredito que a Educação é a chave que liberta o homem das algemas da ignorância e possibilita para este participar da vida em sociedade como autonomia”, declarou a educadora.

Leia também:  Rondonópolis | MPT divulga edital para cadastro de entidades que poderão ser beneficiadas com destinações

De acordo com Creuza em quatro anos de parceria com a Secretaria Municipal de Educação, que oferta o I segmento do Programara de Educação para Jovens e Adultos (EJA), foram alfabetizados mais de 100 reeducandos na Mata Grande e na Cadeia Pública do município. E hoje a cidade possui quatro egressos que cursam o ensino superior e um reeducando em regime fechado que faz curso de pedagogia no Campus da UFMT de Rondonópolis.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.