Homem acompanha demolição da antiga residência de Muammar Gaddafi no complexo Bab al Aziziyah, em Tripoli

Dois tratores protegidos por homens armados começaram a demolir as paredes ao redor da antiga casa do deposto líder Muammar Gaddafi, na capital líbia Trípoli, neste domingo (16).

Enquanto os tratores seguiam para o complexo Bab al Azizyah, homens gritavam “Deus é maior. Isto é para o sangue dos mártires”. Alguns dispararam metralhadoras para o ar.

Essam Sarag, um dos homens armados no local, explicou à Reuters o motivo da demolição.

– Estamos destruindo-a, porque queremos demolir qualquer coisa que pertencia a Gaddafi.

Pessoas que passavam dirigindo seus carros próximas ao local pararam e se juntaram à multidão acenando novas bandeiras da Líbia.

“Vamos continuar até destruir tudo o que pertence a Gaddafi”, disse Etman Lelktah, que disse que estava no comando dos combatentes no local.

Leia também:  Homem que ameaçava matar o presidente da França é preso

– Pedimos que uma organização de paz ser construída aqui, no lugar da casa de Gaddafi.

O local fortemente fortificado, tinha seis quilômetros quadrados e era onde Gaddafi morava e exercia seu poder.

A construção foi alvejada por aviões da Otan (aliança militar do Ocidente) várias vezes antes da nova liderança dirigente em Trípoli, o Conselho Nacional de Transição, assumir o poder em agosto.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.