foto: Idaf

A vacinação contra febre aftosa terá início em novembro, essa é a etapa mais importante da imunização do rebanho de Mato Grosso, formado por 29 milhões de cabeças, o maior do Brasil. A aquisição das doses custará R$ 44,3 milhões aos pecuárias mato-grossenses, com a compra dos remédios.

O aumento no custo da vacina, de R$ 1,22 em setembro de 2010 para R$ 1,53 deste ano, segundo levantamento do Imea – Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária, demonstra que nos últimos 12 meses a dose da vacina teve acréscimo de 25,5% e a arroba teve um aumento de 4,2% , no mesmo período. A comparação com a variação dos preços da dose da vacina e da arroba do boi gordo a diferença é de 21,3%.

Leia também:  BR-163 gera cerca de 2 toneladas de lixo por dia em 2016

“O pecuarista paga uma conta alta para manter seu plantel livre de uma doença que afeta sobremaneira o comportamento do mercado, principalmente internacional, por isso ele não poupa esforço para imunizar seu gado”, salientou Luciano Vacari, superintendente da Acrimat – Associação dos Criadores de Mato Grosso. Ele lembra que “esse custo de R$ 44,3 milhões é só com a compra da vacinas, mas o produtor tem a despesa com o transporte, manejo e outros itens importantes nesse processo da campanha, sem falar nas demais vacinas que são aplicadas durante o ano todo”.

O lançamento da campanha será realizado pelo Indea – Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso no próximo dia 28 de outubro, na Fazenda Teles Pires, no município de Nova Canaã do Norte, distante de Cuiabá 708 quilômetros. Mato Grosso é reconhecido como livre de febre aftosa com vacinação pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) e este ano será comemorado 15 anos sem o registro de focos da doença no Estado. A campanha de vacinação contra a febre aftosa será realizada de 1º a 30 de novembro e é obrigatória. A última campanha de vacinação com todo rebanho realizada em novembro de 2010 foram vacinados de forma espontânea 99,74% dos animais.

Leia também:  Detran iniciou primeira turma de Pilotagem Segura a motociclistas na Capital

Na etapa de vacinação do mês de maio deste ano, foi vacinado contra a febre aftosa um rebanho de 12.458.798 cabeças de animais de zero e 24 meses, atingindo de forma espontânea 99,6% dos animais, com 12.409.006 cabeças nessa faixa etária.  O produtor gastou R$ 18,5 milhões com a compra de vacinas pagando em média pela dose R$ 1,49.

Mato Grosso tem três etapas de vacinação contra a febre aftosa. Em fevereiro é vacinado o rebanho de zero a 12 meses das propriedades que estão a 150 quilômetros da fronteira com a Bolívia, no mês de maio são vacinados os animais de zero a 24 meses de todo o Estado e em novembro, na 3a etapa, é vacinado todo o rebanho, independente da faixa etária.

Leia também:  Curso de oratória com técnica inovadora é oferecido em Rondonópolis
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.