Foto: arquivo / AGORA MT

O vereador Hélio Pichioni fez uso da tribuna livre da Câmara Municipal, nesta quarta-feira (5), durante sessão, para demonstrar e chamar atenção para a mobilização que está sendo promovida, em nível nacional, pelas entidades médicas nacionais no intuito de protestar contra a precariedade do setor público de saúde em todo o país. Segundo Pichioni, que também é médico, a situação em Rondonópolis não é diferente e, por esse motivo, os profissionais da saúde no município devem participar do movimento.

O objetivo da mobilização é expor a situação dos médicos do Sistema Único de Saúde (SUS) à população e lutar por um financiamento maior e permanente para a saúde; melhor remuneração no SUS; assistência de qualidade para a produção; gestão profissional e qualificação para a Gestão Pública; melhores condições de trabalho e plano de cargos, carreiras e vencimentos.

Leia também:  Projeto do novo IPTU é protocolado e prefeito pede apoio aos vereadores

Conforme o vereador, atualmente existem 2.200 entidades hospitalares e Santa Casas em todo o país e todos eles precisam melhorar o suporte de recursos financeiro. “Todos hospitais estão com problemas financeiros e caso não melhore a situação pode complicar ainda mais”, afirmou.

A mobilização está marcada para acontecer no próximo dia 25 e serão realizadas de acordo com os critérios das entidades médicas locais e estaduais, podendo ser promovidas paralisações, atos públicos, passeatas, fiscalizações em serviços caóticos, coletivas de imprensa, audiências em Comissões de  Saúde de Câmaras Municipais e Assembléias Legislativas, e plenárias de médicos que atuam no SUS. Nessas atividades, poderão ser envolvidos o Ministério Público, Conselhos Municipais e Estaduais de Saúde, parlamentares, movimentos de usuários e pacientes, dentre outros parceiros do movimento médico.

Leia também:  3ª Feciti começa nesta segunda com lançamento do Parque Tecnológico
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.