Técnicos da Defesa Civil Estadual. Foto: da assessoria

Atendendo a solicitação do coordenador da Defesa Civil em Rondonópolis, Messias Cardoso, técnicos da Defesa Civil Estadual iniciaram nesta quinta-feira (17/11) trabalho vistoria na área das Chácaras São Rosalvo, devido à possibilidade de alagamento na região. As atividades devem terminar hoje (18/11), o objetivo do levantamento é conseguir atrair recursos federais para desenvolver um projeto preventivo que beneficie as comunidades do Parque São Jorge, Residencial Margarida, Azaleia, Cidade de Deus, André Maggi, Residencial Farias e João Antônio.

O agente de Defesa Civil do Estado, Benedito de Araújo Gomes, explica que a prioridade no trabalho é fazer o levantamento do grau de risco e verificar a possibilidade de precaver situações emergenciais e desenvolver um projeto preventivo. Ele avalia que a cidade apresenta acidentes geológicos. Por isso, tem áreas suscetíveis de alagamento. “O laudo é um caução para projeto futuro. Deve ser remetido ao Ministério da Integração”, disse.

Leia também:  Palanque de Taques pode ter Pátio, Percival, Rogério e Sachetti

Messias Cardoso destaca a importância da integração com a Defesa Civil do Estado para tentar resolver o problema de drenagem na região e evitar catástrofes, como alagamentos e enchentes. Ele conta que a empresa responsável pela construção do Residencial João Antônio está investindo nas galerias de águas pluviais daquele setor. “O que queremos é ver toda região beneficiada. A partir do resultado desta vistoria, vamos pleitear recursos para desenvolver um projeto preventivo”, acrescenta.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.