Coordenador do Procon, Alexandre Júlio Júnior - Foto: Varlei Cordova - AGORA MT

Os atendimentos do Procon (Programa de Orientação e Proteção ao Consumidor) diminuíram em 2011 de janeiro até oito de novembro foram registrados 8.715 reclamações, número menor do que o cadastrado no ano passado quando chegou a 9.718 no mesmo período. Em Rondonópolis a empresas de telefonia estão no topo do ranking de reclamações, já em relação aos estabelecimentos locais a lojas de móveis eletrodomésticos e eletroeletrônicos são as campeãs.

O coordenador do Procon, Alexandre Júlio Júnior, afirmou que do número total de reclamações 70% são resolvidas no próprio Procon sem a intervenção da justiça. Em 2010 mais de 10 mil consumidores registraram queixas. “Primeiramente buscamos a resposta da empresa para o consumidor, caso o reclamante não aceite a resposta ai pedimos uma audiência para tentar um acordo, o caso só é encaminhado à justiça depois que não houver entendimento entre as partes”, fala.

Leia também:  Taques vem a Rondonópolis amanhã inaugurar reconstrução de asfalto da Rodovia do Peixe

Alexandre explicou que mais de 30 atendimentos são feitos diariamente e que mais de 50% dos casos o consumidor tem razão em reclamar. Todo primeiro sábado do mês o Procon tem estendido o horário de atendimento para poder oferecer os serviços para aquelas pessoas que não podem comparecer no órgão durante a semana e no horário comercial.

 

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.