Foto: arquivo / AGORA MT

Mamógrafo do Centro de Atendimento Integrado à Saúde da Mulher (CAISM) deve ser instalado ainda em novembro e realizará uma média de 500 exames ao mês.

O secretário municipal de Saúde, Valdecir Feltrin, disse que deveriam ser realizados uma média de 24 mil exames de mamografia por ano no município, contudo a maiorias as mulheres geralmente não realizam o procedimento com regularidade.

Segundo o secretário, o aparelho foi consertado e depende apenas de alguns acessórios e tão logo as peças sejam entregues dará início ao atendimento das mulheres. Feltrin estima que ainda em novembro o mamógrafo esteja em pleno funcionamento.

Feltrin disse que infelizmente apenas um mamógrafo não seria possível para atender toda a população, contudo o secretário observou o município oferece entre 500 e 600 exames por mês e a demanda reprimida é de aproximadamente 300 consultas que fica para o mês seguinte. “A mamografia é um direito da população, mas percebemos que as mulheres não realizam periodicamente, pelo pequeno número de pessoas na fila de espera”.

Leia também:  Crise na UFMT pode dificultar autonomia do campus local

O secretário frisou a importância das mulheres realizarem pelo menos uma vez por ano a exame como forma de prevenção ao câncer de mama.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.