Deivid concede entrevista coletiva (Foto: Janir Júnior / Globoesporte.com)

No coletivo realizado nesta sexta-feira no Ninho do Urubu, o time titular do Flamengo teve um rendimento bem abaixo da média, sem conseguir fazer gol, com erros de passes e pouca inspiração. Para Deivid, vale a máxima de que treino é treino, jogo é jogo. Para garantir uma boa atuação contra o Internacional, domingo, às 17h, em Macaé, o atacante receita leveza e alegria.

– Temos que jogar leve, com alegria, é um jogo que envolve uma vaga para a Libertadores – afirmou Deivid.

Com Alex Silva e Maldonado poupados, mas liberados para a partida contra o Inter, o time titular no treino foi formado por Felipe; Gustavo, David Braz e Welinton; Léo Moura, Willians, Renato, Thiago Neves e Rodrigo Alvim; Ronaldinho e Deivid.

Leia também:  União faz amistoso com equipe de Mato Grosso do Sul

Questionado sobre o baixo rendimento no treino, Deivid fez sua análise sobre a diferença entre treino e jogo.

– Treino é difícil você falar, os reservas não têm posicionamento fixo, caem para o meio, mudam de lado, não dá para tirar uma base. Jogo é outra coisa. Podem esperar que vamos entrar de uma forma diferente na partida – garantiu o camisa 9.

Como o time não balança as redes há três jogos, mais uma vez o atacante foi questionado sobre o jejum de gols. Deivid já marcou 15 vezes no Brasileirão.

– Como atacante, tenho que ficar perto do gol, tranquilo, sem ansiedade – disse.

Depois do treino desta sexta-feira, o grupo segue para concentração num hotel na Barra da Tijuca. Na manhã deste sábado, a delegação segue para Macaé, onde fará um treino no estádio Cláudio Moacyr.

Leia também:  União estreia neste domingo no Brasileirão série D
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.