O pintor Creidimar Francisco de Jesus registrou um boletim de ocorrência no Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC), último domingo (20/11), onde acusa o cunhado, Valdivino Ferreira Tomaz, de estuprar a esposa do pintor N.S.D., 20 anos, que é deficiente visual.

Consta no boletim de ocorrência que o esposo da vítima chegou na residência e não encontrou N.S.D e tentou falar com ela pelo celular. Ao ligar observou que o telefone tocava na casa do cunhado, mas ninguém atendeu a chamada, mas percebeu que havia pessoa na casa.

Em seguida N.S.D. saiu da residência de Valdivino e disse para o esposo que foi estuprada e há algum tempo é assediada pelo cunhado de Creidimar, que ameaçou matá-lo caso ela (N.S.D.) falasse algo.

Leia também:  Dupla é presa por tráfico em Rondonópolis

Na ocasião a vítima estava sozinha em casa e foi conversar com Valdivino sobre a esposa dele, que acabou de dar a luz. Ao entrar na residência do acusado, N.S.D. foi abusada sexualmente.

O acusado reside no mesmo terreno que a vítima e disse que eles não precisariam desocupar a casa onde moram. Foi registrado Boletim de Ocorrência para providencias legais.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.