O presidente da Comissão de Turismo da Assembleia Legislativa, deputado estadual, Ondanir Bortolini –Nininho (PR/MT) aderiu ao movimento “Rondonópolis Pró Copa 2014”, . Foto Varlei Cordova?AGORA/MT

O presidente da Comissão de Turismo da Assembleia Legislativa, deputado estadual, Ondanir Bortolini –Nininho (PR/MT) aderiu ao movimento “Rondonópolis Pró Copa 2014”, lançado nessa semana pela Secretaria Estadual de Turismo, no auditório da Associação Comercial do município. O objetivo do movimento é unir a sociedade organizada e a classe política para que Rondonópolis tenha um dos Centros de Treinamentos para receber uma seleção na copa do mundo de futebol. Na ocasião, o parlamentar disse que a Região Sul mostrará força política para que o Estado, juntamente a uma parceria público-privada, instale em Rondonópolis um dos CTs para as seleções.

Durante o evento mediado pela deputada estadual licenciada e secretária de Turismo, Teté Bezerra foi apresentado um vídeo mostrando as potencialidades de Rondonópolis nas áreas de turismo, hospedagem, gastronomia, locomoção e a capacidade de ter um bom Centro de Treinamento até 2014. O vídeo será apresentado ao governador do Estado, Silval Barbosa como instrumento de comprovação de que a cidade pólo do Sul do Estado pode ser uma boa alternativa para abrigar uma seleção de futebol, que poderá treinar em um CT local. A audiência com o chefe do Executivo Estadual ainda será agendada.

Leia também:  Aumentam em 30 % os casos de roubos e furtos de animais na área rural

“Vamos unir os deputados estaduais, federais e o senador Blairo Maggi para que possamos ganhar esse Centro de Treinamento para Rondonópolis. Isso geraria muito emprego, renda, atração de turistas e mídia espontânea internacional mostrando as potencialidades do Sul do Estado para o mundo”, enfatiza Nininho.

Até a Copa a pista de pouso e decolagem do aeroporto municipal Maestro Marinho Franco estará ampliada e poderá receber aeronaves de maior porte com as seleções. O “Rondonópolis Pró Copa” ainda mostra no vídeo que os Centros de Treinamento do União e do Rondonópolis Esporte Clube (REC) estão bem estruturados, de modo que necessitariam de menor investimento em comparação a construção de um novo na capital.

Leia também:  Estão abertas as inscrições para a 6ª edição do Integra Suas em Sinop

A estimativa para construção de um CT para instalação de uma seleção é de aproximadamente R$ 23 milhões, sendo que o REC ou União necessitariam de metade desse investimento para adequação estrutural.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.