Reunião no Jardim Iguaçu para discutir a LOA

A comunidade do Jardim Iguaçu recebeu na noite de quinta-feira (10/11), a 2ª audiência pública para discutir junto com a população, a Lei Orçamentária Anual (LOA) 2012. A discussão para tratar da LOA aconteceu na Escola Rosalino e, mais uma vez, as principais reivindicações foram investimento em saúde, infraestrutura, educação infantil e lazer.

A audiência que foi convocada pela Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara (CFO), presidida pelo vereador Adonias Fernandes (PMDB), contou com a presença de líderes comunitários e populares, que cobraram uma presença maior do poder público na região. Para o presidente do residencial Margarida e Parque das Rosas, João Araujo, o bairro vem recebendo melhorias, porém, a comunidade ainda é muito carente de uma

Leia também:  Com emenda de Rezende, Unemat aprecia Direito para Rondonópolis

creche, principalmente por conta do crescimento da região com a construção de novos residenciais. Outra reivindicação de Araújo é com respeito à área de lazer no bairro, que segundo o líder comunitário, sofre muito pela falta de um lugar para a prática esporte.

O presidente do bairro Cidade Alta, José Fernandes Santana, o velho Santana, cobrou que os vereadores apresentem uma emenda no orçamento

para a instalação de um Centro Odontológico de Saúde, que seja feito o término da pavimentação asfáltica do bairro Cidade Alta e a reforma no Centro de Convivência dos Idosos, que encontra-se fechado.

Diante das reivindicações dos líderes comunitários, o vereador Reginaldo Santos (PPS) explicou à comunidade que ele e seus colegas não têm o poder de mandar executar obras no município, ficando apenas com a incumbência de fazer emendas no orçamento e que, na maioria das vezes, o Poder Executivo não tem executado conforme o orçamento. “Para nós isso é muito triste já que nosso papel é estar junto às comunidade ouvindo os anseios do povo e trabalhando para buscar cada dia mais melhorias para a população”, lamentou.

Leia também:  Medeiros busca protagonismo dentro do Podemos

Além de Reginaldo e Adonias, também estiveram presentes na audiência os vereadores Olímpio Alvis, Cido Silva e Milton Gomes da Costa, o Miltão, o defensor público Valdenir Pereira e o secretário municipal de Planejamento Na próxima semana, dia 17 de novembro, o salão da Paróquia São José Operário, na região da Vila Operaria, será palco da 3ª e última audiência da LOA 2012, que tem um orçamento previsto em R$ 455,139 milhões definido pelo Executivo Municipal.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.