Foto: da assessoria

O GP 100 km de Ciclismo Olímpico, realizado em Brasília, neste final de semana contou com atletas mato-grossenses que foram destaque na competição. Dentre os destaques está um dos representantes de Rondonópolis que conseguiu a liderança nacional. A competição foi realizada na manhã deste domingo.

O ciclista Lucas Rebeque, de Rosário Oeste, liderou a competição e conquistou o primeiro lugar na categoria Juvenil e assumiu a liderança do Ranking Nacional da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC). O representante de Tangará da Serra, Nathan de Lima, conseguiu a 3ª colocação nesta competição, na categoria Infanto-juvenil, e garantiu a 4ª posição em nível nacional. Mesmo sem competir em Brasília, o atleta Maikon Matins (Tangará da Serra), segue como líder desta categoria em nível nacional. Na modalidade feminina, Patrícia Steicy, de Acorizal, foi a grande campeã na categoria juvenil.

Leia também:  Cerca de 3,5 mil pessoas são atendidas pela 9ª Caravana da Transformação em MT

Pela categoria Júnior os atletas Sandro Espessoto, de Rosário Oeste, Jefferson Taques e Gabriel do Carmo, ambos de Acorizal, ficaram respectivamente na 3ª, 5ª e 10ª posição. Na categoria Sub-30, o representante de Rondonópolis, Jean Arara, foi o grande campeão, o resultado garantiu a liderança do campeonato nacional. Na mesma categoria, em segundo lugar ficou com o cuiabano Daniel Moretti.

Em Campo Largo (PR), na ultima etapa do Ranking Nacional, Jane de Jesus (Chapada dos Guimarães), chegou em 2º lugar e garantiu o segundo titulo nacional da modalidade, competindo na categoria Elite Feminina. Na Máster 30-34, Pyerre de Alcântara (Barra do Garças), ficou em 3º lugar. Na categoria Máster 35-39, Roberto Ferreira (Rondonópolis) chegou na 6ª posição e já ocupa a terceira colocação em nível nacional.

Leia também:  Detran realiza força tarefa e atende público das 9h às 17h

Manoel Lima, dirigente da Federação Mato-grossense de Ciclismo (FMTC), avalia como espetacular a participação da delegação mato-grossense, pois são jovens ciclistas de ponta. “Hoje temos uma base fantástica. São atletas que sabem bem o que querem e até onde podem chegar. Buscamos dar condições de viagens e apoios. Mesmo a federação sendo limitada, sempre os apoiamos, pois com certeza, os resultados são os melhores possíveis. A prova é estamos na reta final” frisou.

O dirigente da FMTC argumentou que ainda é preciso tomar parte em mais duas corridas, que são válidas pelo Ranking Nacional. Uma é em Maceió (AL) e a grande final acontece em Recife (PE).  E acredita que a equipe matogrossense voltará do nordeste com mais vitórias. “Nosso objetivo é de sempre colocar Mato Grosso no lugar mais alto do pódio e isso nossos atletas fazem muito bem. Vamos sensibilizar o nosso secretário de Estado de Esportes e Lazer, deputado Azambuja e até o governador Silval Barbosa também”, concluiu Lima.

Leia também:  Dia "D" para atualização de caderneta de vacinação é realizado neste sábado em Rondonópolis
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.