Na última sexta-feira (04/11), foi protocolado na Câmara Municipal de Rondonópolis, o projeto de Lei de nº 330, de autoria do Executivo Municipal, que tem como objetivo ampliar o número de agentes comunitários de saúde de Rondonópolis.

O projeto atende o pedido da categoria que, há meses, vinha solicitando a contratação de mais agentes, alegando que o número atual de profissionais não é suficiente para atender a demanda. Por conta desse problema, os servidores chegaram a se reunir com os vereadores pedindo que os mesmos intermediassem por eles junto ao prefeito José Carlos do Pátio.

Caso a lei seja aprovada, as 46 equipes de Programa de Saúde da Família (PSF) que atendem na zona urbana do município, serão compostas por 12 agentes cada, além de um médico, um enfermeiro, dois auxiliares ou técnicos de enfermagem, um agente administrativo, um auxiliar de serviços diversos, um odontólogo, um técnico de higiene dental e um auxiliar de consultório dentário.

Leia também:  Dois cães de estudante zoófilo são resgatados pela Delegacia do Meio Ambiente

Já as quatro equipes de PSF que atendem na zona rural passarão a ter 30 agentes comunitários de saúde cada, e a mesma quantidade de médico, enfermeiro, auxiliares ou técnicos de enfermagem, agente administrativo, auxiliar de serviços diversos, odontólogo, técnico de higiene dental e auxiliar de consultório dentário que têm as equipes da zona urbana.

O projeto foi protocolado em regime de urgência urgentíssima e estará na pauta de votação da sessão ordinária desta quarta-feira (09/11) de novembro.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.