Apresentação do documentário ‘Arareau: vida e morte nas mãos da comunidade’ . Foto: Varlei Cordova/AGORA MT

‘Arareau: vida e morte nas mãos da comunidade’ é o título do documentário produzido por acadêmicos do curso de Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, da Faculdade Cenecista de Rondonópolis (Facer) que mobilizou populares, ONGs ambientais e políticos. A apresentação do vídeo ocorreu na noite desta terça-feira (29/11) nas dependências da instituição de ensino.

A idéia do documentário, realizado pelos acadêmicos Sandra Melo e William Martins, surgiu após a produção de um texto sobre o impacto da ação poluente das pessoas no rio Arareau, e o objetivo do documentário foi levantar discussão sobre a importância da preservação do meio ambiente e principalmente dos rios.

Sandra avaliou como positivo o resultado da reunião, pois contou com a presença do secretário Municipal do Meio Ambiente, vereadores, representantes da ONGs ambientais que sugeriram a apresentação do documentário em escolas e para deputados estaduais e federais afim de buscar formas de conservar o rio Arareau.

Leia também:  Chuva deve cair ainda esta semana em Rondonópolis; diz Inpe

O coordenador do curso, Gibran Lachowski, disse que é muito válido ver o resultado do trabalho dos acadêmicos, principalmente porque foi uma iniciativa extra curricular e atingiram o objetivo de levantar discussões sobre o assunto.

Os trabalhos de conscientização da população e ações de preservação dos rios em Rondonópolis são realizados há pelo menos 20 anos, segundo Almir Araújo, da Rede Sócio Ambiental, e que o documentário virá ao encontro das cobranças dos ONGs ambientais.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=P6u80kS2D4c[/youtube]

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.