A ocorrência foi atendida por uma guarnição da Polícia Militar que estava em ronda pelas ruas da cidade quando foram chamados pela própria vítima, que relatou aos policiais a violência sexual a que foi submetido em pleno feriado de “Finados” em Rondonópolis.

A vítima trata-se de G. F. L. 51 anos de idade, e que trabalha como pedreiro. Ele disse que estava em companhia de um amigo de trabalho A. F. A. 42 anos, auxiliar de serviços gerais, quando aproveitaram o feriado para beber “umas e outras” e colocar a conversa em dia.

Para isso eles se reuniram na residência do pedreiro situada na Rua Projetada, s/nº, no Bairro Nossa Senhora da Guia. A rodada de bebidas alcoólicas começou, mas, ninguém imaginaria que a bebedeira terminaria de forma traiçoeira.

Leia também:  Unemat divulga resultado final do Vestibular 2017/2

Acontece que em dado momento, de acordo com o relato do pedreiro, que já estava bastante alcoolizado, ele percebeu que o auxiliar de serviços gerais veio para cima dele, mantendo relação sexual à força. A vítima disse que chegou a tentar escapar, mas como tinha bebido muito, não teve forças.

O pedreiro disse ainda aos policiais que algumas horas depois do “estupro” ter sido consumado o “amigo” voltou e queria tudo de novo. Mas desta vez ele conseguiu evitar, uma vez que o efeito da bebida alcoólica já havia acabado.

Sem ter muito que fazer o pedreiro disse que ia chamar a polícia para denunciar o “amigo” pelo abuso sexual que foi submetido.

Leia também:  Advogado é preso em MT suspeito de manter deficiente em condição de escravo

Os Policiais Militares ao tomarem conhecimento do fato acompanharam o pedreiro até a residência do acusado onde o mesmo foi localizado e preso.

O Boletim de Ocorrência foi registrado e as partes envolvidas encaminhadas para a Delegacia de Plantão.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.