Em nota enviada a imprensa o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rondonópolis (Sispmur),Rubens de Oliveira Paulo, aponta que durante a gestão dos ex-prefeitos, Alberto de Carvalho (PDT) e Percival Muniz (PPS), a administração municipal pode ter deixado de fazer o pagamento da contribuição  dos servidores celetistas do município ao INSS.

De acordo com o presidente do sindicato, a informação repassada,  é que a falta de contribuição do INSS, dos celetistas aconteceu entre os anos de 1997 a 2005, período administrado por Alberto e Muniz, Rubens ainda apontou que por esse motivo vários servidores celetistas já foram prejudicados, quando se aposentaram e que se nenhuma providência for tomada é como se os trabalhadores estivessem desempregados durante o período e precisariam contribuir por mais tempo para receber o benefício integralmente ou perder até 60% na aposentadoria.

Leia também:  Loteamento Melchiades Figueiredo beneficiará 1500 famílias rondonopolitanas

Clique aquí e leia a matéria com Rubens Paulo

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.