Foto: assessoria

Empresas que necessitam emitir nota fiscal eletrônica (NF-e) em Mato Grosso estão sendo prejudicadas. Um novo método foi implantando pela Secretaria Estadual de Fazenda e começou a vigorar nesta terça-feira (1º). Falhas no sistema, no entanto, impedem a emissão da NF-e. E, para completar, o plantão fiscal da Sefaz não atende às ocorrências, em função do feriado prolongado.

Todos os contribuintes obrigados à emissão de NF-e foram atingidos pelo problema. A falha do sistema atingiu diretamente as empresas do comércio atacadista e do setor industrial.

A superintendente de desenvolvimento do Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso (Cipem), Silvia Fernandes, disse que o setor de base madeireira está sendo muito prejudicado por não conseguir emitir as notas fiscais.

Leia também:  Secitec abre 303 vagas para professores bolsistas do Pronatec nesta terça-feira (30)

“É uma situação complicada. As novas ferramentas implantadas no sistema da Sefaz não estão funcionando e as notas não são emitidas. O prejuízo é muito grande: são milhares de empresas que estão sendo prejudicadas, não apenas no setor madeireiro. Nem conseguimos fazer a contabilidade do prejuízo”, disse.

Outra reclamação é sobre o suporte oferecido pela Sefaz, que, devido ao feriado prolongado, está com equipe de plantão reduzida. Silvia informou que teve que esperar por duas horas no telefone para conseguir registrar uma reclamação.

“Estamos sendo obrigados decretar feriado pela inoperância do Estado. O comércio não pode ser prejudicado pelos feriados prolongados. Veja bem: são quatro dias de feriados, é um prejuízo muito grande. Ligamos no Plantão Fiscal e a espera foi de quase duas horas. E ainda nem sabemos se o problema será sanado”.

Leia também:  Mato Grosso melhora transparência e obtém nota 9,58

A reportagem ligou no Plantão Fiscal, no número 65-3617-2900, para confirmar o atendimento prestado. A ligação ficou na lista de espera na 26ª colocação. Ainda assim, uma mensagem informou que haveria atendimento em 30 segundos, fato que não ocorreu. A espera foi de 20 minutos e a ligação não foi atendida.

Outro lado

A assessoria de imprensa da Sefaz disse que as novas ferramentas implantadas são para a melhoria no atendimento e que técnicos estão acompanhando o primeiro dia do novo método.

A Sefaz disse ainda que não há nenhuma falha no sistema. O que pode ter acontecido, segundo a assessoria é uma demora no tempo de resposta, que, segundo os técnicos, tem sido de 1 segundo.

Leia também:  Prefeitura de Serra Nova Dourada (MT) abre processo seletivo com salário de até R$ 11 mil

Sobre a falha no suporte técnico, a assessoria confirmou uma redução no números de atendentes, devido ao feriado, mas garantiu que todas as solicitações serão atendidas.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.