Durante o encontro do PSB no último sábado em Cuiabá, o presidente regional da sigla, Valtenir Pereira, se mostrou arredio quando perguntado sobre o acordo entre os partidos do Movimento Mato Grosso Muito Mais, em fechar questão sobre o nome de Percival Muniz (PPS), “Não vamos entrar nesta questão, quando você fala… você endurece os encaminhamentos, (…) o que precisamos é discutir projetos, os projetos do município, qual é o melhor projeto do município? (…) é nesta linha que o PSB vai trabalhar, qual é o sentimento do partido na base, porque podemos ir com partidos do Movimento, como podemos ir com partidos que não fazem parte do movimento”, revelou Valtenir.

Leia também:  Exportação de carne bovina aumenta em MT

A resposta de Valtenir pode ser mais um sintoma de que o Movimento Mato Grosso Muito Mais, pode ter chegado ao seu final, já que em Rondonópolis, por exemplo, o clima entre o PPS de Percival Muniz e o PDT de Pedro Taques, já não se entendem, provocando um racha que muitos já avaliam com irremediável.

PPS

De acordo com a presidente municipal do PPS, Adria Muniz, o Movimento Mato Grosso Muito Mais, vem tendo um bom relacionamento em Rondonópolis e que se as executivas estaduais de cada partido devem seguir os posicionamentos dos diretórios municipais, “ O PPS em Rondonópolis não tem problema com nenhum partido do arco de aliança do Movimento Mato Grosso Muito Mais, continuamos marchado unidos, tenho um bom relacionamento com todos os presidentes municipais dos partidos na cidade e digo: Se cada executiva estadual das siglas, seguir os posicionamentos dos diretórios municipais, todos os partidos do arco de aliança, vão caminhar juntos em Rondonópolis, aqui estamos juntos e misturados”, pontou a empresária.

Leia também:  Avião cai no Pantanal matogrossense e deixa um morto e outro gravemente ferido
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.