Foto: Diário Regional

Preocupado com comodidade dos moradores da Região da Vila Operária o vereador Reginaldo Santos (PPS) cobra, junto ao Ministério Público, para que o Sanear-Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis, volte a receber as contas de água na unidade da Vila Operária.

De acordo com o vereador, em 2009 a diretora executiva do Sanear, Terezinha Silva de Souza, suspendeu os pagamentos das faturas e trouxe transtorno aos moradores que precisam se deslocar até o centro de Rondonópolis ou ficar horas na fila da casa lotérica do bairro, pois não há outros locais para a população efetuar o pagamento.

Reginaldo explicou que propôs uma Lei Municipal em 2010, com apoio dos vereadores Ananias Filho (PR) e Lourisvaldo Manoel de Oliveira – Fulô (PMDB) e teve a aprovação de todos os parlamentares, onde estabelece que as empresas são obrigadas a receber as faturas, contudo até o momento a autarquia não cumpre a Lei.

Leia também:  Vereador apoia evento esportivo em comemoração ao dia do trabalhador

A justificativa do Sanear para não receber os pagamentos, segundo Reginaldo, é a falta de segurança no bairro e a possibilidade de assalto no posto de arrecadação. Contudo o parlamentar argumentou que a comunidade não pode ser prejudicada e que a autarquia deve providenciar um serviço de segurança. “Os moradores não podem ser sacrificados pelo Sanear, todas as empresas estão sujeitas a ser assaltada e nem por isso elas suspendem os recebimentos”, declarou o vereador.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.